Cresce o número de usuários de redes sociais no mundo

2.62 bilhões é muito ou pouco? O site de estatísticas Statista trouxe um levantamento do  número de usuários de redes sociais em todo o planeta desde 2010 (2,6 bi é o número atual que será alcançado até o final de 2018). Em 2021 serão 3.2 bilhões. Nada mal se considerarmos que a terra tem hoje 7.6 bilhões de habitantes.

As estatísticas mostram uma trajetória crescente: em 2010 eram 970 milhões. O número mágico, o primeiro bilhão, foi alcançado no ano seguinte quando chegou a 1.1 bilhão. O site traz também dados de penetração, ou seja, a relação entre pessoas que têm acesso à Internet e aquelas que estão cadastradas e utilizam as redes sociais: 71% em 2017. As redes sociais são grandes impulsionadoras da Internet: são as aplicações mais populares, têm as maiores taxas de engajamento e uso e com várias possibilidade de expansão com integração de serviços.

A razão do sucesso é simples e a própria definição de “rede” (network em inglês) ajuda: a rede conecta pessoas a pessoas, pessoas a marcas e as marcas trazem conexão com informação, entretenimento, serviços. Em última análise, as redes são instrumentos que ajudam a melhorar a vida das pessoas, contribuem para aumentar a distância entre a caverna e a civilização.

Esta é outra razão por explicar porque ainda surgem novas redes sociais, principalmente as que buscam diferenciais como a brasileira/americana Candowell.

Aqui na 140 – agência de mídia social e content marketing da Art Presse – o dia a dia é viver a experiência de várias redes sociais, entender os fluxos  dos diálogos que surgem a cada momento e entender como contribuir e pegar carona nestes movimentos. Para quem curte deve ser o melhor trabalho do mundo.

 

 

Deixe uma resposta